quarta-feira, 18 de maio de 2011

Todo Poderoso Timão

Letra:          Artur Cracker
Música:       Artur Cracker
Ano:            2009
Intérprete: Velhas Virgens

Letra:

Essa lição que tive trago do berço
A tradição que apredi com meu Pai
De Amar meu time acima das coisas do mundo
Uma paixão que não muda, um Amor que não trái

Abaixo apenas de Sâo Jorge e do Nosso Senhor
Meu Alvinegro apressa o meu coração
Mais duradouro que o dinheiro e o tesão
Desde menino eu sou do Todo Poderoso Timão

Coringão, meu Amor
Todo Poderoso Timão
Coringão, meu Amor

Ruço, Casão, Wladimir, Sócrates, Denilson, Palhinha, Marcelinho
Rivelino, Zé Maria, Amaral, Zenon, Viola, Paulo Sérgio, Vaguinho, Geraldão
Ronaldo, Ronaldo Fenômeno, Neto, Rincón, Márcio, Zé da Fiel, Tupãzinho
Vampeta, Ricardinho, Tevez, Gamarra, Biro-Biro, Caruso, Luizão

Da Fazendinha pro Brasil, primeiro dono do mundo
De São Basílio, São Matheus e São Brandão
Correm as lágrimas quando ouço esse hino
Desde menino eu sou do Todo Poderoso Timão

Coringão, meu Amor
Todo Poderoso Timão
Coringão, meu Amor

Eu já troquei de cerveja, eu já troquei de mulher
Eu já troquei de partido e até de religião
Eu já te vi cair sem nunca perder a fé
Eu já te vi levantar e ser de novo campeão

Maracanã dividido em 76, quem já fez?
Meu time me emociona, a Fiel me carrega pela mão
Sport Club Corinthians Paulista
Pra toda vida eu sou do Todo Poderoso Timão

Coringão, meu Amor
Todo Poderoso Timão
Coringão, meu Amor

Comentários deste blog:
Para este post, tive a feliz ajuda do amigo Elson @elsonSCCP, que toca o blog RaçaTimão Você é Tradição.

Só posso dizer que mais uma vez alegrei-me ao conhecer mais uma obra Corinthianista. A letra, cuidadosamente elaborada quase como uma oração, é um poema forte, bonito de se recitar. E surpreende quando combina com perfeição sua sensibilidade captada do Corinthians a uma pegada ao melhor estilo rock'n roll!

Agora, com as palavras, Sr. Elson:

O Rock and Roll  nasceu da união entre vários estilos afro-americanos entre eles o Blues, Folk, Jazz, Country e o Gospel, nos Estados Unidos surgiu em meados de 1949/1950 e explodiu após o surgimento de Bill Haley em 1952, ele era um senhor já na época, mas tinha a alma de um menino. Bill Haley trouxe uma leva de garotos e era visto com maus olhos pelas pessoas da época que achavam estranho um velho fazendo som de garotos... Os americanos colocam Elvis como pai do rock,mas na verdade o Bill foi quem abriu as portas.

Bill acabou esquecido e foi sucumbindo aos garotos como Elvis, Litte Richard e Chuck Berry que surgiram no embalo do senhor do rock, na época o rock era visto como rebeldia, a mídia censurava os passos de Elvis e criava uma imagem de que aquilo não era certo para os jovens. Por isso Bill acabou sumindo...

Mas, como tudo em que se coloca ou cria uma visão negativa chama mais atenção, os jovens passaram à acompanhar e viver mais o estilo. Muitos foram tachados de vagabundos e drogados, principalmente no final dos anos 60, o rico torcia o nariz e se colocava contra tudo aquilo e o pobre tinha algo em que pudesse descarregar toda sua raiva e descontentamento.

Com a guerra na década de 60 os jovens descobriram o LSD e passaram à ter mais esperanças de que se unindo poderiam chegar a paz no mundo,mas o uso abusivo de drogas acabou destruindo em parte esse sonho.

Com o tempo e o passar das décadas o rock evoluiu (ou decaiu técnicamente) woodstock já não tinha mais aquele brilho da garotada que se acabava em alucinógenos (LSD) e a época Rip dos anos 70 já perdia sua força, vieram os anos 80 e as coisas continuavam à decair em matéria de técnica musical, muitas bandas meia boca no final dos anos 80 e quase nenhuma que pudesse ser elogiada nos anos 90.

Aqui no Brasil muitas bandas seguiam sua labuta tentando se manter vivos no cenário musical, pois o nosso País, não era diferente dos Estados Unidos e não o é até hoje em relação ao rock.

Nosso país sofre muitas influências de fora, esta invasão estrangeira de músicas sem apelo, letras, ou até mesmo qualidade, enganam o povo e nossa juventude está se perdendo...

Raúl Seixas, Rita Lee, Camisa de Vênus e tantos outros para nossa atual juventude, são tachados de loucos, drogados e maconheiros, ainda hoje se distorce a verdadeira imagem do estilo, pasmem já fazem mais de 50 anos da sua criação e ainda o discriminam...

Nos anos 80 na cidade de São Paulo o Corinthians já era Campeão Paulista, havia saído de uma fila de 23 anos, a democracia se instalava no PSJ, a mídia continuava sua labuta tentando desmoralizar o clube do povo, e continua até hoje, essa anticorinthiania do poder corrompido crescia mais e mais, mas foi nesta época que 4 amigos resolveram formar uma banda.

Em 1986, Paulão a antítese do "Politicamente Correto" amante de bares, vocalista louco ao extremo, Corinthiano preto e branco tocava gaita e sax, encontrou Alexandre "Cavalo" Dias um jovem guitarrista, roteirista de quadrinhos, backing vocal e surfista, resolveram formar uma banda chamada Velhas Virgens e buscaram durante anos a melhor formação.

A banda teve vários bateristas e atualmente quem carrega as baquetas é Simon Brow, sonoplasta, amante da música, e corinthiano fanático, além disso a banda é formada por Juliana Kosso uma vocalista muito bem sucedida e grande fã de Led Zeppelin, Roy Carlini é guitarrista e filho de Luiz Carlini (guitar hero de Rita Lee nos anos 70) e no baixo Tuca Paiva formado em direito, e sempre que é preciso tira os outros integrantes da cadeia!

A banda é independente e toma as suas próprias decisões além disso a banda tem sua própria gravadora independente a Gabaju Records, não se deixando prender à grandes gravadoras que só querem aumento quantitativo lucros e nenhum qualitativo, as mesmas sugam a banda até não ter mais de onde tirar, depois abandonam e somem.

Isso com certeza é o que vem mantendo a banda na estrada à mais de 20 anos,já lançaram 10 cds desde 1995 e continuam na ativa com seus 25 anos de carreira.

A banda mistura o Hard Rock, Punk, Blues-Rock e umas pitadas de Samba-Rock, letras com opiniões políticas e um pouco de irreverência, coisa que falta muito hoje em dia, assim como fazia o Camisa de Vênus, Raul Seixas e Rita Lee.

O Velhas Virgens é uma das poucas bandas de rock brasileiro à homenagear o clube do povo,mas esta com certeza é uma daquelas para guardar na memória,afinal não é todo dia que somos campeões da Copa do Brasil e ganhamos uma homenagem como esta.

Ouça "Todo Poderoso Timão":


Faça o download do rock Corinthiano "Todo Poderoso Timão", em gravação da banda "Velhas Virgens":

Todo Poderoso Timão - Velhas Virgens (2009)

5 comentários:

  1. SIGA NOSSO BLOG WWW.GAVIOESBELEM.BLOGSPOT.COM

    ResponderExcluir
  2. http://www.youtube.com/watch?v=TnBOXT0v8ug

    OBRIGADO, ADÃOZINHO.

    DESCANSE EM PAZ.

    VOCÊ NÃO DEIXARÁ JAMAIS DE EXISTIR NA MEMÓRIA DA FIEL.

    ResponderExcluir
  3. Olá

    Primeira vez comentando aqui, mas eu sou um ávido leitor do seu blog e realmente gosto de seu trabalho, parabéns!

    Posso sugerir que você adicionar um plugin para o seu site para torná-lo melhor para nós leitores? Eu vi isso lá no brasileirao.org e acho que seria realmente uma boa adição ao blog.

    Refiro-me a isto: http://www.brasileirao.org/webmaster.html

    É um bom resumo do time e acredito que faria o seu blog um pouco mais inteiro. Se eu pudesse obter todas essas informações apenas a partir do seu blog, eu não teria nenhuma razão para ir em qualquer outro lugar para isso.

    De qualquer forma, eu sinto muito por ser um pouco chato! Parabéns novamente e mantenha o bom trabalho, nós agradecemos!

    ResponderExcluir
  4. Gui

    sensacional, domingo não estarei no Pacas, mais sentirei a vibração da nossa torcida contra as madames.
    e o time do povo, é o Coringãooooooooooo
    Lúcio

    ResponderExcluir
  5. esses caras são foda e essa musica fala bem oque todo corintiano são um bando de locos

    ResponderExcluir